Gifted, novo filme com Chris Evans que vai mostrar infância, amor e luta (de um jeito bem diferente)

Boa tarde, NERDs!

Estou aqui para falar deste filme que vai ser lançado em 2017 nos cinemas. Temos nosso queridinho Capitão América deixando de lado seu poderoso escudo e enfrentando a realidade dos meros mortais em criar e educar uma criança.

Gifted, só pelo trailer… Me fisgou!

Sabem o por quê? Pois eu tenho um meninão aqui de 4 anos, um garoto forte, lindo e mega inteligente… Ele não chega a ser nem um pouco super dotado. Mas a esperteza dele vai longe. E ele articula muito bem o mundo ao redor dele. Entende emoções complexas, apesar da tenra idade. E tudo que eu quero para ele é que ela seja uma criança feliz. Que eu consiga proporcionar uma vida de diversão e aventuras que somente a infância pode nos proporcionar. Que eu possa deixar lembranças de como ele foi criança de verdade. Livre de problemas de adultos. Longe de pessoas que queiram que ele, com 4 anos, seja o melhor em tudo. Quero mais é que ele suba em árvores, se divirta com os amigos, que use a imensa imaginação dele para correr por aí com o Alf, o nosso mini dog porcaria que ele chama de cachorro Decepticon.

Pois bem… E agora vem meu parecer do filme. Nesse filme Chris Evans interpreta o Frank que cria uma lindeza de menina de 07 anos, sua sobrinha Mary (Mckenna Grace). Ao que tudo indica, a irmã dele morreu e deixou a tarefa para ele. O que ele aceitou prontamente! E ainda fez a mais nobre promessa de dar uma infância feliz e normal para a pequena.

Frank é um cara normal. Um tio/pai que faz de tudo para ter sua pequena feliz. Tem um emprego qualquer para dar o sustento. Não realizou grandes coisas na vida. Tem uma casa humilde, sem muitas posses. Mas ele tem amor. Tem coração e tem muita vontade de proporcionar o melhor para Mary.

A menina Mary em seus primeiros anos é criada com educação em casa, até que, aos 7 anos, Frank resolve colocar a garotinha na escola normal. Ela reluta, mas pra lá ela vai. E claro, super super inteligência é notada nos primeiros segundos de aula, em tom desafiador para com a professora primária.

E aí que se desenrola o problema. Uma escola para super dotados acha a garotinha e faz uma oferta para a menina ingressar nesta super escola. O que Frank nega veementemente. Pois ele acredita que isso não será o melhor para a infância de Mary.

Para ‘ajudar’, a mãe de Frank e avó da garota entra na parada. Interpretada pela Lindsay Duncan, essa avó, Evelyn, com muita grana, poder e manipulação, entra numa briga judicial para ter a guarda da neta. Pois a velha acredita que o melhor para a menina é que ela esteja entre os melhores, quer que a garota perca a infância entre os números, que perca a infância para se tornar uma adulta em poucos meses. Essa avó prefere a intelectualidade do que a doce infância.

Isso mexe demais comigo. Eu acredito que tudo tenha seu tempo. Claro que devemos estimular nossas crianças, mas sem perder a melhor parte da vida, por favor. Criança só se é uma vez, adulto se é o resto da vida. Estimular não é o mesmo que disciplinar a ser o melhor. Não acredito que seja isso. Assim você cria gênios que de nada entendem as emoções. É na infância que aprendemos, praticamente tudo, que devemos aprender em como lidar com o mundo. É ali que se prepara a estrutura para a edificação futura. E se não soubermos lidar com nossas emoções, o mundo adulto se torna ruínas de desespero. A intelectualidade temos muito tempo para instigar. O lúdico, por muitas vezes, fica só na infância.

Enfim, pessoas. Assistam o trailer. Espero que sintam o que senti:

Me emocionei demais e escrevi o texto todo com os olhos merejados. Entre tantas estreias excepcionais que teremos em 2017, esta simples trama, me fisgou e quero muito assistir. Vou torcer demais pelo Frank, para que seu super poder de enxergar a criança como ela é prevaleça para o bem de Mary. Afinal, ele já a queria muito antes dela ser inteligente. Este é o melhor super herói que vou ver Chris Evans interpretando, definitivamente.

E aí, NERDs? O que acharam do trailer? O que acharam da história? Realmente quero saber a opinião de vocês, comentem!

Yu
Yu